Portugal sem beatas

Portugal sem beatas - conferência

Advertisements

Voices

A Ciencia Viva convida!

1000 pessoas, 300 horas de conversa, 27 línguas diferentes, e tudo para sabermos o que fazer com os 100 milhões de toneladas de lixo que nos invadem as ruas todos os anos.

Sábado, 23 de Novembro,  no Pavilhão do Conhecimento, vamos saber os resultados do projecto Europeu VOICES – Views , Opinions, Ideas of Citizens for Science in Europe, a mais vasta consulta pública jamais realizada sobre ciência e tecnologia na área do ambiente, recursos e sustentabilidade.

Mas pode também aprender a reutilizar equipamentos avariados, a cozinhar cascas, a reaproveitar cortes menos nobres, entranhas e ossos, tudo em nome do reaproveitamento, da conservação e de preservação de alimentos –  muito útil em tempo de crise.

Venha saber como o reaproveitamento de lixo pode ser usado no combate ao desemprego. Projectos artísticos e urbanos, de inclusão e inovação social, estarão também presentes, enquanto especialistas, empresários e activistas discutem os caminhos para uma sociedade sem desperdício.

Saiba tudo em www.pavconhecimento.pt/voices/.

Evento de entrada livre.

Diagnóstico ambiental do IPS

No âmbito do nosso projeto elaborou-se um questionário online, dirigido a toda a comunidade educativa, que visava a consecução dos seguintes objetivos específicos:

  1. identificar problemas ambientais nas instalações do IPS;
  2. proceder a um levantamento dos comportamentos ambientais dos inquiridos;
  3. identificar possíveis soluções para os problemas ambientais mencionados.

A maioria dos inquiridos atribui elevada importância às questões ambientais. Relativamente aos modos de resolução dos problemas ambientais, os inquiridos destacam primeiro as medidas tecnológicas (investimento em energias renováveis, etc.), seguindo-se as medidas educativas (campanhas de sensibilização, conceção de projetos, dinamização de projetos, etc.) e, por último, a aplicação de coimas. A generalidade dos inquiridos revelou fazer a separação de resíduos com frequência, mas não nas instalações do IPS, referindo como causas a quase ausência de ecopontos no interior dos edifícios e o facto de os poucos existentes serem tratados como recipientes de resíduos indiferenciados, por não serem encaminhados para o destino apropriado. Quanto ao problema dos resíduos provocados pelos fumadores, 77% destes inquiridos responderam colocar os cigarros apagados nos recipientes apropriados. Os restantes apontam como razão principal para a não colocação destes resíduos nos recipientes adequados o número insuficiente destes nas instalações do IPS.

Estes resultados indiciam que a instalação de um sistema de recolha seletiva de reciclagem nas instalações do IPS poderia ser bem-recebida. Por outro lado, a elevada percentagem de participantes (82%) que consideram que toda a comunidade educativa deve contribuir para um ambiente saudável, vem sustentar e apoiar estas ideias. Estes dados remetem para duas possíveis intervenções no âmbito do projeto IPSantarem.verde: apoio à implementação/colocação de ecopontos e sensibilização da comunidade educativa para a sua devida utilização. Quando solicitados a indicar sugestões para a melhoria ambiental do IPS, as mais representativas foram:

  • colocação de ecopontos no interior dos edifícios (nomeadamente para reciclagem de papel);
  • aumento do número de recipientes para colocação de resíduos indiferenciados e de cigarros apagados;
  • desenvolvimento de campanhas de sensibilização (através de workshops, seminários, colocação de cartazes e sinalética, etc.) para promover a mudança de comportamentos (separação de resíduos, consumo energético e de água, …)
  • reaproveitamento de desperdícios dos bares e cantinas para famílias carenciadas e para a prática da compostagem.

Em conclusão, a análise deste questionário permitiu identificar problemas ambientais do IPS, dos quais se destaca largamente a quase inexistente separação de resíduos. As respostas obtidas constituem um contributo precioso para a conceção, no âmbito do projeto, de estratégias de intervenção com a finalidade de fomentar uma maior consciencialização de toda a comunidade educativa para os problemas ambientais atuais e a adoção de comportamentos mais sustentáveis.

Semear.Verde – Boletim Informativo

Com esta 2.ª edição do boletim informativo do Projeto IPSantarem.verde, pretendemos dar a conhecer as atividades desenvolvidas pelos estudantes e docentes de vários cursos do IPS ao longo do 1.º semestre. Divulgamos, ainda, algumas atividades realizadas no 2.º semestre.

boletim informativo semear.verde 2ª edição

Jornadas “Educar para a Sustentabilidade”

Cartaz_Jornadas_RESITEJO

A RESITEJO organiza na tarde do próximo dia 12 de Junho as jornadas “Educar para a Sustentabilidade” no seguimento da nossa participação na emblemática Feira Nacional da Agricultura – FERSANT. Será uma oportunidade única para escutar agentes de renome a debater a questão da sustentabilidade. A associação convidou alguns “fazedores de opinião” de referência que se têm debruçado sobre o tema para confronto de perspectivas.

A RESITEJO procura também assinalar a eminente entrada em funcionamento da Unidade de Tratamento Mecânico-Biológico que irá reduzir para menos de 10% os resíduos indiferenciados depositados em Aterro Sanitário (através da triagem para sua valorização). Uma aposta de cerca de 17 milhões de euros numa entidade cujo activo bruto era da ordem dos 10 milhões de euros. A associação intermunicipal explora assim novas oportunidades nos tempos difíceis que atravessamos.

O encontro decorrerá no estúdio da Feira Nacional da Agricultura – FERSANT.  Ambiente, Economia e Sociedade são temas transversais no paradigma neste debate destinado a técnicos do sector e à comunidade educativa. Nesta missão coletiva em prol do nosso ambiente presente e futuro, urge divulgar a importância da redução da produção de resíduos!

logos_resitejo

PROGRAMA [Programa Jornadas RESITEJO_06Mai]

13:30 – Entrega de documentação

14:00 – Abertura dos Trabalhos

Diamantino Duarte , Administrador Delegado da RESITEJO

14:15 – 15:15 – Painel RESITEJO – Associação de 10 Municípios 25 min / orador

Moderação: Direcção da NERSANT +10 min debate

A Gestão Pública

Dr. Domingos Saraiva – Presidente de Direcção da EGSRA

A Responsabilidade Social e a Comunicação da Sociedade Ponto Verde

Dr. Mário Raposo – Director de Marketing da Sociedade Ponto Verde

15:20 – 16:50 – Painel RESÍDUOS – Um Recurso Sustentável 25 min / orador

Moderação: Rita Campos, RESITEJO + 15 min debate

7 milhões de anos de gestão de resíduos: da poluição ao património
Dra. Sara Cura, Prof. Doutor Luiz Oosterbeek – Escola Superior de Tecnologia de Tomar, Instituto Politécnico de Tomar

Os Resíduos do Novo Milénio: repensar nos instrumentos económicos como estratégia para a alteração de comportamentos
Prof.ª Doutora Maria Graça Martinho – Faculdade de Ciência e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa

Ultrapassar o dilema dos resíduos urbanos: O projecto da Resitejo

Prof. Doutor José Manuel Palma – CDR Tejo – Faculdade Psicologia, Universidade de Lisboa

16:50 – 17:10 Intervalo

17:10 – 17:50 – Painel EDUCAÇÃO – Alavanca da Sustentabilidade 15 min / orador
Moderador a designar + 10 min debate

Da percepção à correcção do ato: a necessidade de identificar barreiras físicas e psicológicas 

Prof. Dr. Rui Gaspar – Departamento de Psicologia, Universidade de Évora

Aprender os valores ambientais no Museu da Água da EPAL
Dra. Margarida Filipe Ramos – Coordenadora Serviço Pedagógico Águas Livres do Museu da Água da EPAL

17:55 – 18:15 – Encerramento dos Trabalhos
Representante do Município de Santarém

Inscrições – faça download da Ficha Inscrição e envie para info@resitejo.pt até 31 de Maio

[As inscrições estão sujeitas a confirmação dado que a lotação máxima do estúdio do CNEMA é de 100 pessoas.]

SEMINÁRIO Educação Social em debate: Formação, Ambiente e Sustentabilidade

16 de maio de 2013

09h30m – 16h00m

Escola Superior de Educação de Santarém

Auditório 1

PROGRAMA [download do cartaz]

09h30m: Receção

10h00m: Sessão de abertura:

  • Jean Campiche (Diretor da Escola Superior de Educação de Santarém)
  • Leonor Teixeira (Coordenadora da licenciatura em Educação Social da Escola Superior de Educação de Santarém)
  • Lia Pappámikail (Docente orientadora de estágio)
  • Marisa Correia (Responsável pelo desenho do Projeto IPSantarem.verde)
  • Fernanda Pinheiro e Vanessa Gonçalves (Alunas do 3.º ano da licenciatura em Educação Social)

10h15m: Apresentação da investigação e resultados/conclusões obtidas – Fernanda Pinheiro e Vanessa Gonçalves

10h45m: “Educação Ambiental em Portugal” – Susana Valente (Licenciada em Sociologia, investigadora do Observatório de Ambiente e Sociedade – Instituto das Ciências Sociais da Universidade de Lisboa)

11h15m: Coffee Break livre

11h30m: “Ambiente e Consumo Sustentável” – Susana Fonseca (Licenciada em Sociologia, Doutorada em Políticas do Ambiente, Princípio da Prevenção, investigadora na sociologia do ambiente, Ambientalista e ex-Presidente da Quercus)

12h00m: Debate

12h30m: Almoço livre

14h00m: “Perfil e competências do(a) Educador(a) Social” – Sílvia Azevedo (Presidente da Associação dos Profissionais Técnicos Superiores de Educação Social (APTSES), docente da Universidade Portucalense, fundadora do Grupo de Trabalho dos Educadores Sociais Portugueses, autora do livro “Técnicos Superiores de Educação Social – Necessidade e pertinência de um estatuto profissional”)

14h45m: Debate

15h00m: Mesa Redonda acerca das conclusões da investigação (levada a cabo pelas alunas):

  • Leonor Teixeira – Coordenadora da licenciatura em Educação Social da Escola Superior de Educação de Santarém
  • Paulo Dias – Responsável pelo Departamento de Ciências Sociais da Escola Superior de Educação de Santarém
  • Lia Pappámikail – Docente orientadora de estágio
  • Marisa Correia – Responsável pelo desenho do Projeto IPSantarem.verde
  • Sílvia Azevedo – Presidente da APTSES

16h00m: Encerramento do seminário

A entrada é livre mas sujeita a inscrição prévia! Está prevista a atribuição de certificados de presença no seminário.

Inscrições: estagio4edsocial@gmail.com

Organização: Fernanda Pinheiro|Vanessa Gonçalves |Educação Social – 3.º Ano